Top 7 | Jogos que deveriam ter sido relançados com o SNES

Top 7 | Jogos que deveriam ter sido relançados com o SNES

Autor: 300

O Super Nintendo Entertainment System (SNES) está de volta às nossas vidas de maneira oficial. A Nintendo confirmou o relançamento do console para 29 de setembro, por enquanto apenas nos EUA, e anunciou os 21 títulos que já virão instalados no aparelho. Dentre as opções, clássicos como ‘Donkey Kong Country’, ‘Street Fighter II’ e ‘Super Mario World’, além de ótimas escolhas como ‘Final Fantasy III’, ‘Mega Man X’ e ‘Super Ghouls ‘n Ghosts’.

São todos jogos muito legais, mas o SNES conta com uma biblioteca de quase 800 títulos oficiais, lançados entre 1990 e 2003, anos do surgimento e da descontinuação do videogame, respectivamente. Sendo assim, muita, mas muita coisa foi preterida em detrimento dos cartuchos mais conhecidos, então nosso objetivo foi apontar algum dos injustiçados. Você provavelmente não vai concordar com a lista e sentirá um comichão para dizer que “faltou esse, aquele e aquele…”. Está absolutamente certo, mas entenda que a missão foi árdua.

Primeiramente, os títulos confirmados para o relançamento do SNES são: ‘Contra III: The Alien Wars’, ‘Donkey Kong Country’, ‘EarthBound’, ‘Final Fantasy III’, ‘F-Zero’, ‘Kirby Super Star’, ‘Kirby’s Dream Course’, ‘The Legend of Zelda: A Link to the Past’, ‘Mega Man X’, ‘Secret of Mana’, ‘Star Fox’, ‘Star Fox 2’, ‘Street Fighter II Turbo: Hyper Fighting’, ‘Super Castlevania IV’, ‘Super Ghouls ’n Ghosts’, ‘Super Mario Kart’, ‘Super Mario RPG: Legend of the Seven Stars’, ‘Super Mario World’, ‘Super Metroid’, ‘Super Punch-Out!!’ e ‘Yoshi’s Island’.

 

7 – Aladdin (Aventura/1993)

Ouso dizer que toda criança teve contato com esse jogo pelo menos uma vez em seus bons tempos. Os bons gráficos, design idêntico ao filme da Disney e fases instigantes o tornam uma das melhores pedidas do gênero no SNES. Curiosamente, ele foi projetado por Shinji Mikami, hoje em dia mais conhecido como o responsável pela franquia Resident Evil.

snes aladdin

 

6 – Battletoads in Battlemaniacs (Ação/Luta/1993)

Um dos clássicos do estilo ‘beat ‘em up’ que ganhou ótimas versões em máquinas de arcade. A jogabilidade fluida, melhorada em relação ao título mais famoso do segmento, Double Dragon, tornaram esse título um dos melhores do Nintendinho. Sua continuação, Battlemaniacs, também foi um sucesso absoluto no SNES. O único porém é que zerar esse jogo é quase impossível.

snes battletoads

 

5 – Doom (Tiro/Terror/1993)

Por ter sido lançado simultaneamente em várias outras plataformas, muita gente se esquece do impacto que Doom causou quando surgiu no SNES. Foi um dos pioneiros da era 16 bits a apresentar jogabilidade em primeira pessoa. Ganhou inúmeras sequências em gerações posteriores de consoles e até foi adaptado para os cinemas, com Dwayne “The Rock” Johnson no papel central.

doom

 

 

4 – Chrono Trigger (RPG/1995)

Esse título contradiz o ditado de que “não se deve julgar um livro pela capa”. A arte concebida por Akira Toriyama, criador de Dragon Ball, para o encarte do jogo chamou, e muito, a atenção dos gamers da época. Sem a mesma a grife de títulos similares como Final Fantasy e The Legend of Zelda, o conceito visual tanto da embalagem quanto da jogatina em si foram grandes trunfos para seu sucesso.

chrono

 

 

3 – Super Bomberman (Puzzle/1993)

Depois de dois jogos apenas OK no antecessor do SNES, o saudoso “Nintendinho”, a franquia Bomberman se tornou notória pelas cores e jogabilidade melhoradas para o novo console. Não à toa, ganhou inúmeras sequências ao longo dos anos.

bomber

 

 

2 – International Superstar Soccer (Esporte/1995)

Jogo que apresentou ao mundo o lendário Allejo. O atleta virtual, supostamente criado com base no ex-atacante da Seleção, Bebeto, ultrapassou as barreiras do console e se tornou meme, com direito a um mockumentário de 2012 intitulado ‘Allejo Eterno’. Brincadeiras à parte, este é um dos primeiros grandes títulos sobre futebol dos anos 1990.

snes superstar soccer

 

1 – Top Gear (Corrida/1992)

Foi um dos vanguardistas dos games de corrida, mas sua fama se deu mais devido à trilha sonora inesquecível. As batidas eletrônicas ininterruptas entre seleção dos carros e durante as disputas foi tão chiclete que, até hoje, figuram em eventos como a Video Games Show e a Video Games Live. Curiosamente, esse título teve notoriedade apenas no Brasil.

 

snes top gear

Compartilhe nas redes sociais:
Eric Zambon

Pai da Olívia e dono de um espírito de tiozão. Aspiro, algum dia, ser o parente da piada do Pavê. Até lá, leio qualquer conto do Hemingway e de Bukowski em que consigo colocar as mãos. Sabe como é, leia os grandes para se tornar um deles. Outro dia escutei a discografia inteira do Arctic Monkeys e descobri que é horrível, então continuo à espera da reunião do Oasis.

SAIBA MAIS SOBRE

Leia Também

Especial | A evolução dos games de futebol

Especial | A evolução dos games de futebol

E3 2017 | Tudo o que rolou na Nintendo Spotlight

E3 2017 | Tudo o que rolou na Nintendo Spotlight

Adicione Um Comentário.