‘The Disaster Artist’ e a história por trás do pior filme já feito

‘The Disaster Artist’ e a história por trás do pior filme já feito

Autor: 223

Há apenas alguns dias a A24 liberou o trailer completo de ‘The Disaster Artist‘, uma comédia dramática estrelada por James Franco. Até aí tudo bem, o que você pode não saber é que o longa é baseado na história por trás da produção de um clássico cult tão ruim, mas tão ruim, que é carinhosamente conhecido como o ‘Cidadão Kane’ dos filmes ruins. Apenas. O nome dessa obra prima ao contrário é ‘The Room’, longa escrito, dirigido, produzido e estrelado por Tommy Wiseau, um ator que, após ser negado vários papeis, decidiu financiar e fazer seu próprio filme. A adaptação de Franco já foi exibida em grandes festivais de cinema este ano, como o SXSW e o TIFF – Festival Internacional de Filmes de Toronto – onde foi ovacionado de pé pelo público e críticos presentes.

The Disaster Artist‘ se inspira no livro homônimo de Greg Sestero, que co-estrelou ‘The Room’ ao lado de Wiseau, onde ele fala sobre todos seus problemas de execução e produção do infame filme. Além de James Franco, a adaptação é estrelada por Dave Franco, Seth Rogen, Alison Brie, Zac Efron, Josh Hutcherson, Jacki Weaver, Ari Graynor e Jason Mantzoukas.

Na trama, James Franco transforma a tragicômica verdadeira história do aspirante a cineasta e infame estranho de Hollywood Tommy Wiseau – um artista cuja paixão era tão sincera quanto seus métodos eram questionáveis – em uma celebração de amizade, expressão artística e sonhos perseguidos contra insuperáveis probabilidades. ‘The Disaster Artist‘ é um lembrete hilário e bem-vindo de que há mais de uma maneira de se tornar uma lenda – e nenhum limite para o que você pode conseguir quando se tem absolutamente nenhuma ideia do que está fazendo.

Confira o trailer da adaptação logo abaixo:

‘The Disaster Artist’ está previsto para chegar aos cinemas em dezembro deste ano.

The Room

Lançado em 2003, ‘The Room’ é um filme independente americano de drama romântico de Tommy Wiseau. O longa é centrado no triângulo amoroso melodramático entre um banqueiro chamado Johnny, sua futura esposa Lisa e seu melhor amigo Mark.

Você pode estar se perguntando o que torna ‘The Room’ o pior filme já feito. Bom, pra começar: o filme foi escrito, produzido e dirigido por alguém que tinha zero experiência, ou talento, na área, o próprio Wiseau. A falta de habilidade foi tamanha que, por diversas vezes, Wiseau gastava horas, às vezes dias, repetindo tomadas devido sua inabilidade de se lembrar as falas que, além de serem extremamente simples, foram escritas por ele mesmo.

Confira abaixo um trecho da recriação de uma das cenas mais icônicas, e satirizadas, do longa:

Agora confira a mesma cena do filme original na integra:

Apesar do desastre que foi a exibição do longa nos cinemas, que teve comentários críticos como “assistir ‘The Room’ é como ser esfaqueado na cabeça”, o filme acabou sendo elevado ao status de cult devido a sua história e estrutura não convencionais, além de falhas técnicas e de narrativa. Isso tudo sem contar o problema de atuação do personagem principal. Resumindo, o longa ficou tão ruim que se popularizou na internet como pior filme já feito.

Devido a falta de experiência de Wiseau, que tomou inúmeras decisões ruins ao longo da produção do longa, o orçamento total de ‘The Room’, financiado por ele mesmo, chegou a US$ 6 milhões. Resultado encarecido por gastos desnecessários, como criação de sets de filmagem ao invés de simplesmente usar locações reais, além de substituição de elenco e refilmagens de várias cenas. Outra coisa que chamou a atenção era a edição ruim, falhas de continuidade, falas desconexas, inconsistências narrativas e erros de execução.

Confira abaixo um trailer completo desta pérola do cinema:

Compartilhe nas redes sociais:
Everson Araujo

Jornalista, aspirante a escritor, professor de inglês, executivo e grisalho. Geek de nascença, é viciado nas melhores séries de TV, quadrinhos e animes, tanto da atualidade quanto os clássicos. Amante de cinema e crítico, Everson vê no universo dos livros a incrível sensação de escape do mundo real.

Leia Também

Maze Runner: A Cura Mortal | Relembre a saga de Thomas ao lado dos Clareanos

Maze Runner: A Cura Mortal | Relembre a saga de Thomas ao lado dos Clareanos

Originais da Netflix em dose tripla para assistir em outubro

Originais da Netflix em dose tripla para assistir em outubro

‘A Morte Te Dá Parabéns’ e os melhores filmes com loops temporais

‘A Morte Te Dá Parabéns’ e os melhores filmes com loops temporais

Blade – A Lâmina do Imortal | Muita ação regada a sangue na adaptação do mangá

Blade – A Lâmina do Imortal | Muita ação regada a sangue na adaptação do mangá

Adicione Um Comentário.