Blade – A Lâmina do Imortal | Muita ação regada a sangue na adaptação do mangá

Blade – A Lâmina do Imortal | Muita ação regada a sangue na adaptação do mangá

Autor: 151

Depois do desastre que foi a adaptação hollywoodiana de ‘Death Note’ e do sabor insosso deixado por ‘Ghost in The Shell’, chegou a hora de ver uma adaptação de mangá feita por quem entende do assunto, os próprios japoneses. Disto isto, a Magnolia Pictures divulgou o novo trailer para maiores de ‘Blade – A Lâmina do Imortal‘, adaptação do mangá homônimo de Hiroaki Samura. O vídeo combina o melhor do estilo oriental de cinema com aquele toque de faroeste e lutas de espada entre foras da lei regadas a sangue, além de coreografias que inspiraram filmes como ‘Kill Bill’.

Estrelado por Takuya Kimura (‘O Castelo Animado’), Hana Sugisaki, Ebizô Ichikawa, Sota Fukushi, Hayato Ichihara e Erika Toda, o filme marca o centésimo trabalho de Takashi Miike, famoso diretor japonês diretor ativo desde 1991, além de contar com roteiro de Tetsuya Oishi e produção de Jeremy Thomas, Misako Saka e Shigeji Maeda e Warner Bros. do Japão.

Na trama, um Samurai chamado Manji tirou muitas vidas, inocentes e culpadas, agora vive no Japão feudal como um criminoso. Depois de ser amaldiçoado com a imortalidade até matar bastante homens malvados, Manji encontra uma jovem chamada Rin que o contrata para ser seu guarda-costas. Jurando lealdade, proteção e vingança contra o grupo de lutadores de espadas que mataram a família de Rin, a improvável dupla estabeleceu uma missão notável para corrigir os erros feitos por aqueles que tiraram tudo da garota.

Confira o trailer para maiores logo abaixo:

Depois do bom rendimento do longa no Japão e dos elogios recebidos durante sua apresentação no Festival de Cannes deste ano, ‘A Lâmina do Imortal’ chega aos cinemas americanos em novembro deste ano, ainda sem data definida para o Brasil

Mangá

‘Blade – A Lâmina do Imortal’, ou ‘Mugen no Jūnin’ na versão japonesa, é originalmente uma série de mangá escrita e ilustrada por Hiroaki Samura publicada de junho de 1993 a dezembro de 2012 pela revista mensal Afternoon. A série ganhou um Prêmio de Excelência no 1997 Japan Media Arts Festival, além do Eisner Awards de 2000 na categorias de Melhor Edição Americana de Material Estrangeiro. Além do filme live-action, o mangá inspirou também um anime de 13 episódios lançado em 2008, além de uma peça no mesmo ano.

O mangá foi publicado no Brasil em meados de 2004 pela Conrad no formato meio-tanko, totalizando 34 volumes, mas em 2015 a série foi relançada pela Editora JBC no formato big, unindo dois volumes em um só, chegando ao total de 15 edições.

Compartilhe nas redes sociais:
Everson Araujo

Jornalista, aspirante a escritor, professor de inglês, executivo e grisalho. Geek de nascença, é viciado nas melhores séries de TV, quadrinhos e animes, tanto da atualidade quanto os clássicos. Amante de cinema e crítico, Everson vê no universo dos livros a incrível sensação de escape do mundo real.

Leia Também

‘Your Name’ e o filme animado mais rentável da história do Japão

‘Your Name’ e o filme animado mais rentável da história do Japão

Crítica | A Vigilante do Amanhã – Ghost in the Shell

Crítica | A Vigilante do Amanhã – Ghost in the Shell

Adicione Um Comentário.